Enchentes no Brasil – um rastro de destruição

Powered by Rock Convert

O Brasil é um país com clima tropical, apresentando temperaturas elevadas e chuvas abundantes. Entretanto, cada região possui o seu próprio período chuvoso. Durante essa época chuvosa, as enchentes são muito comuns e podem ocorrer em todo rio ou corpo d’água. Geralmente acontece após chuvas contínuas e intensas, aumentando o volume da água e, portanto, causando inundações. Ainda que as enchentes possam ser consideradas fenômenos naturais, a interferência do homem pode fazer com que sejam mais frequentes.

Interferência humana

Muitos dos problemas nos grandes centros urbanos estão ligados a essa interferência humana sobre os cursos dos rios. As inundações são também advindas da quantidade de lixo espalhado nas ruas, causado não só pela ineficiência dos serviços de coleta de lixo mas também pela falta de consciência ambiental da ação do homem. O descarte do lixo em locais inapropriados, bem como nas ruas e nos rios, contribui e muito com o problema. Com a chegada da chuva, esse lixo entope bueiros, enquanto contém a passagem da água, formando inundações nessas áreas urbanas.

A forma com que o espaço geográfico é ocupado, também influencia diretamente. A vegetação na beira dos rios atua como barreira protetora, evitando, muitas vezes, a queda desses resíduos sólidos nos rios. Contudo, com a construção de residências na margem desses rios, a vegetação é arrancada, fazendo com que os resíduos caiam com maior facilidade na água, levando a um acúmulo de lixo, podendo elevar o nível dos rios.

A impermeabilização do solo é a outra causa principal de enchentes em meios urbanos. A água que naturalmente deveria infiltrar no solo fica retida pela pavimentação das ruas, gerando enxurradas, gerando destruição e prejuízos.

Nas áreas rurais, a intervenção humana é bem menor, mas as enchentes também podem acontecer acompanhada das inundações. Da mesma forma que em áreas urbanas, o aumento dos rios pode alcançar lares ribeirinhos, gerando muitos prejuízos.

Tromba d’água ou cabeça d’água

Em algumas regiões do Brasil, existem fenômenos chamados de “cabeças d’água” ou “tromba d’água”. Eles são causados pelo aumento repentino das águas de  um rio, em caso de chuva forte. Se a chuva cair intensa e continuamente por um determinado período de tempo, esse aumento da água pode transpor as margens dos rios, carregando rio abaixo galhos e troncos de arvores, tornando ainda mais perigoso esse curso d’água. Saiba mais clicando aqui!

Fique atento!

Praticantes de atividades na natureza estão sempre próximos a rios e cachoeiras, portanto devem ficar atentos aos sinais de uma possível enchente. Ainda que onde você se encontra não esteja chovendo, se houver chuva na cabeceira do rio, o nível das águas pode aumentar repentinamente. Se estiver dentro de uma cachoeira ou rio e notar que há um aumento no nível de suas águas ou se tornando mais suja com galhos ou folhas, pode se tratar de uma tromba d’água. Saia o mais rápido que puder de dentro da água enquanto avisa as pessoas que estão nas proximidades. Vá para o lugar mais distante e alto possível, pois nunca se sabe quanto um rio pode subir durante uma enchente.

Veja neste vídeo a destruição causada por uma enchente repentina e todo o estrago e prejuízo trazidos por ela.

Powered by Rock Convert

Um comentário em “Enchentes no Brasil – um rastro de destruição

Queremos saber a sua opinião sobre o nosso conteúdo!