11 Erros comuns a se evitar no camping

Curso Online - Caminho de Santiago de CompostelaPowered by Rock Convert

Desbravar novos caminhos, parar em algum local com natureza exuberante e poder admirar tudo aquilo, é uma grande dádiva de sair para a dupla trekking e camping. Mas muitas vezes, o passeio pode se tornar um pesadelo, se não seguirmos algumas regras e nos organizarmos corretamente. Abaixo seguem alguns tópicos dos erros que cometemos ao ir trilhar e acampar.

1- Não fazer um checklist antes de partir pra aventura

Ir para aquela trilha legal e, na hora que chegar no acampamento e ver que esqueceu um item fundamental? Ai está a necessidade de se fazer um check list com tudo que você precisará. Esquecer itens básicos como barraca, saco de dormir ou isolante térmico pode contribuir para que seu acampamento se torne um pesadelo. O ideal  é ter um tempo hábil antes da viagem, sentar e analisar tudo que será necessário no camping. Feito isso, devemos unir todos os itens e conferi-los, preferencialmente mais de uma vez, antes de partir para a aventura.

Confira aqui um checklist para trekking e hiking que também pode ser usado para o camping.

2- Montar a barraca em local não adequado

A montagem da barra em local adequado é de extrema importância. Não colocá-la em local ideal pode gerar transtornos até mesmo graves e acabar com a sua aventura. Sempre que for acampar, observe a disponibilidade de espaço ao redor e deixe a área com a maior visibilidade possível. Retirar pequenos galhos e pedras ajuda a evitar acidentes como rasgar a barraca.Nunca acampe próximo a áreas de rios, mesmo que ele tenha um fluxo de água baixo. Em períodos chuvosos e locais com incidência de cabeça d´água, um curso d´água relativamente pequeno pode ter um aumento repentino e alcançar o local onde está a sua barraca. Evite também os pés de serra, pois geralmente é o caminho da água em épocas chuvosas.

Conheça também os perigos de uma tromba d’água. Veja aqui como identificar quando uma se aproxima!

                 

3- Montar a barraca da forma incorreta

Não adianta achar o local certo para montar a sua barraca e não saber montá-la direito. Todos os materiais que vem no pacote devem ser usados. São várias estacas, varetas de encaixe, cordas, toldo, teto e isso gera muita dúvida. O ideal é sempre montar a barraca em casa antes, acompanhando as instruções, para treinar para a situação real. E, no momento do acampamento, seguir todas essas instruções e montar a barraca por completo. Passar por momentos inconvenientes durante a noite de sono torna o ato de acampar um suplício.

4- Não preocupar com as condições climáticas do local

Levar em consideração as condições climáticas do lugar para onde você irá é muito importante. É difícil saber com exatidão qual será o clima no local do acampamento, mas a precaução faz parte do planejamento. Se for em período chuvoso, leve em consideração não sair de casa para a aventura, principalmente com riscos de tempestades. Tanto a praia quanto locais em alto de serra e descampados tem grandes riscos. Programe uma nova data e faça seu trekking/camping de forma segura.

Veja o impacto de uma enchente no entorno de um rio causada pelas chuvas!

 

5- Não levar o vestuário correto

Muitas vezes as pessoas se esquecem de que, a temperatura varia muito das grandes cidades para ambientes naturais, com serras. Levar a roupa certa decide o sucesso do seu passeio. O maior erro ocorre em épocas mais frias e virada de tempo, onde as pessoas acabam subestimando e levando pouco agasalho ou um que não seja adequado. Mesmo que o tempo pareça quente, esteja sempre com um agasalho. Estes devem ser quentes e  impermeáveis ( anorak substitui a impermeabilidade do agasalho), uma segunda pele para manter a temperatura do corpo, meias que aquecem e gorros, principalmente para passar a noite, pois são pelas extremidades que perdemos calor. No verão, é importante usar roupas com proteção UVA/UVB.

 

6- Levar grandes/pequenas quantidades de comida e água

Planejar a quantidade certa de alimentos para levar é o básico mas muitos erram nisso. O certo é calcular o tempo que irá durar sua aventura e o número de refeições que irá fazer por dia. Sempre leve comida a mais, sem grandes exageros, para o caso de se perder ou ter algum contratempo no retorno para casa.

Com relação a água, a situação torna-se um pouco mais complicada. Em um trekking, onde as pessoas tem que andar longas distâncias, até chegar a base de acampamento, levar uma quantidade grande de água se torna inviável. Sempre tenha, o mínimo para o dia de 3 a 4 litros de água. Leve em consideração que, em dias quentes, esse gasto pode aumentar. Como não tem como sobreviver a vários dias somente com essa quantidade de água, é importante sempre levar produtos químicos purificadores de água. O Clor-in e Hidrosteril ( veja no link o vídeo sobre estes purificadores), são grandes indicados para, em caso de encontrar uma fonte de água não tão confiável, ser usado para esta purificação. Filtros como o Mini Filtro Saywer também podem ser úteis. (veja o vídeo sobre o filtro)

7- Alimentos inadequados para trekking/camping

O grande erro neste quesito é: levar comidas perecíveis. Alimentos feitos à base de maionese, embutidos como presunto e salames, queijos frescos, frutas que não possuam casca dura, leite, carnes frescas, enlatados, etc. Prefira sempre alimentos que não estraguem com facilidade, como frutas com casca dura, barras de cereais, carboidratos como pães, macarrões instantâneos.

8- Não recolher o lixo no camping

Se tem algo muito desagradável e incorreto, é chegar a um local que pessoas acamparam antes e encontrá-lo cheio de lixo. Muitas vezes, o rastro da falta de consciência ambiental vem desde as trilhas até a área de acampamento. Muitos levam detergentes não biodegradáveis para lavar seus utensílios e ainda realizam a lavagem no curso dos rios. Um grande problema também é a famosa hora de “ir ao banheiro”. Muitos fazem suas necessidades ali mesmo, bem próximo do camping ou nas margens e até mesmo nos cursos de rio. O correto para utilização de banheiros é cavar um buraco de aproximadamente 30 cm de profundidade e distante, no mínimo, 30 metros de onde está acampado e de cursos de rio. O papel higiênico utilizado deve ser colocado em uma sacolinha que está sendo utilizada pra lixo e levado com a pessoa até o local de recolhimento de lixo.

Veja o que visitantes sem consciência deixam pra trás em locais naturais e/ou turísticos!

9- Deixar restos de comida muito próximo da barraca

Restos de comida espalhados pelo camping ou até mesmo o alimento que ainda irá ser consumido mas não guardado da forma ideal dentro da barraca, pode atrair animais, que irão querer dividir a comida com você. Deixe sua comida sempre organizada e guardada. Limpe todos os utensílios que usar para fazer seu alimento. Em caso de lavar, use detergente biodegradável e jogue a água na terra e não nos cursos d’água.

10- Não possuir um kit de primeiros socorros

Um grande erro é não levar consigo um kit de primeiros socorros, mesmo que a duração do passeio seja pequena. Pequenos ferimentos podem ocorrer e não cuidar pode gerar infecções. Tenha sempre em seu kit o básico, como: luvas descartáveis, pinças, agulhas, algodão, gase, band-aid, esparadrapo, atadura, tesoura sem ponta; soro fisiológico, solução antisséptica, remédios para dor e febre, azia e congestão, termômetro e pomada para queimadura.

11- Fazer fogo da forma inadequada

O fogo faz parte de um acampamento, principalmente para aquecer e manter diversos animais distantes. Mas um fato, é que muitos não sabem como lidar com uma fogueira em um ambiente natural. Dê preferência para usar galhos que já estejam caídos e faça sempre a fogueira em local limpo, sem vegetação seca, para não correr o risco do fogo alastrar. Se está em algum local que geralmente já é usado para acampamento, utilize pontos já existentes onde as fogueiras foram feitas. Nunca saia do camping sem que a fogueira esteve completamente apagada, observando inclusive se ainda há brasa. IMPORTANTE: em Parques Nacionais e Estaduais e RPPN´S é expressamente proibida a confecção de fogueiras, onde, se encontrada, é considerada crime ambiental. Sempre um foco pequeno de fogo pode gerar um incêndio de grandes proporções.

Veja o impacto de uma queimada em uma região de mata!

Fique sempre atento a estas dicas e torne a ato de acampar ainda melhor e consciente!

Queremos saber a sua opinião sobre o nosso conteúdo!