Janaína Goulart- Mulheres Aventureiras e seus desafios

Powered by Rock Convert

Nos últimos tempos, as mulheres tem alcançado cada vez mais espaço na sociedade, bem como na carreira profissional, sendo empreendedoras, tendo cargos de destaque em grandes empresas, na política, como grandes cientistas no meio acadêmico, no meio esportivo,etc. Isso por ser advindo das discussões atuais sobre emponderamento feminino, que tem tomado a mídia, consolidando, ainda mais, o poder que uma mulher tem. A Maior parte dessas ações certamente têm sido positivas para a conquista das mulheres e, na prática das atividades e esportes de aventura, não é diferente.

Contudo, se comparado aos homens, somos minoria nas atividades outdoor. Assim sendo, quais seriam os possíveis motivos para tal fato? Falta de oportunidade, medo da exposição ao ambiente, falta de motivação e de respeito pelo fato de ser mulher? Pensando na quantidade de questionamentos acerca do universo feminino e também a fim de comemorar ao Mês da Mulher, tivemos a ideia de fazer uma entrevista guiada, com mulheres que são representantes em vários esportes e atividades outdoor, como hiking, trekking, montanhismo, escalada, canionismo e mountain bike.

Cada dia da semana vocês conhecerão uma mulher que, inegavelmente com muita garra e vontade, mostram que somos aventureiras e capazes de tudo!

Conheça afinal a mulher aventureira de hoje!

Janaína Goulart

Escalada em Rocha

Atividade de aventura: Escalada

Há quanto tempo iniciou: Desde 2007

Como iniciou na escalada?

Quando conheci o meu atual marido, ele já escalava e ele falou : ” a escalada é algo que faço com frequência, em todos os finais de semana. Pra gente namorar, você tem que, ao menos, gostar de mato. Você não precisa escalar mas é o lugar que eu frequento”. Comecei ir de companhia com ele, levava uma rede e ficava lendo, até que um dia resolvi experimentar a atividade. De início não foi nada muito simples. Fiquei com muito medo mas gostei do desafio e achei estimulante ir além do meu limite. Com isso, comecei ir aos poucos e ele me ajudando com algumas dicas, sempre dando informação de como fazia a segurança.

Para aprimorar no esporte, eu peguei um treinamento de escalada com um profissional na área. Com isso, desvinculei um pouco do meu marido, o que favoreceu o meu desenvolvimento no esporte. Fui aos poucos evoluindo, buscando cada vez mais vias e aumentando o grau delas. Com a evolução veio uma motivação cada vez maior.

Você teve que interromper os treinos na escalada ou continuou treinando mesmo durante a gravidez?

Fomos para uma viagem de escalada pra Espanha e voltei grávida de lá. No início da gravidez, tive um descolamento de placenta e minha obstetra suspendeu toda minha atividade física. Passei toda a gravidez sem escalar, mesmo com a possibilidade de continuar pois se tem cadeirinha para grávidas e todas elas buscam fazer vias menos complexas para não ter o risco de queda. Mas eu parei e voltei a escalar somente quando minha filha estava com 2 anos, e ainda assim não voltei a treinar, praticando mais como hobbie e acompanhando meu marido.

Como é ter a sua filha no ambiente da escalada?

Para minha filha, o ambiente da escalada é muito comum. Ela já domina todos os jargões do esporte, já sendo algo familiar. Qualquer pedra que ela vê, ela já diz: “mamãe, vou escalar aqui…você me dá segurança?” Pra ela, o ambiente da escalada e da natureza é algo já comum e ela gosta muito e se diverte. Faz a trilha, chega na área de escalada e fica brincando. É um ambiente comum que ela gosta.

Você já percebeu alguma diferença de tratamento por ser mulher ?

O ambiente de escalada hoje já tem muitas mulheres, apesar de ser um esporte relativamente recente no Brasil. Hoje é muito comum grupos de mulheres escalando sozinha, sem necessidade de ter homens. Eu não me sinto e nem vejo nenhuma discriminação por ser mulher não.

Qual a relação da escalada com a superação?

A escalada, assim como vários tipos de esporte, é muito cheio de superação. Requer disciplina se você quiser estar melhorando e aperfeiçoando. Tem que treinar! Independente se você faz indoor ou outdoor, precisa estar melhorando para ter um desenvolvimento melhor. Isso é um tipo de ensinamento que você leva para a vida, usando também nas relações afetivas e profissionais. Acaba aproveitando este tipo de ensinamento que o esporte traz.

Qual seria a sua dica para mulheres que querem começar a praticar a escalada ?

A mulher que quer começar e não tem nenhum contato, é legal começar no indoor, nas academias e depois ir para a pedra, que também é bem interessante. Pensando por um outro lado, tem a questão estética. Como é uma atividade física intensa, o trabalho muscular se dá no corpo inteiro. Se tiver interesse em conciliar um esporte que vai trazer esse tipo de benefício, a escalada é um esporte recomendável.

Queremos saber a sua opinião sobre o nosso conteúdo!