Impacto de queimadas no Brasil

As queimadas no Brasil são muito recorrentes. Ocorrem em maior quantidade no período mais seco do ano, sobretudo entre os meses de junho e setembro. O país é líder na América Latina em queimadas, de acordo com o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) que podem ser provocadas pela ação do homem tanto quanto por razões naturais.

No caso da intervenção humana, primordialmente ocorrem queimadas para limpar ou renovar locais para pastagem e também para atividades agrícolas. Geralmente, são controladas, mas uma possível ação do vento pode torná-la um problema, expandindo-se até mesmo para outras áreas.

Queimadas no Brasil
Impacto de uma queimada no Brasil

Outra forma, porém não controlável, são focos de incêndio causados por pontas de cigarro que podem se unir às condições da vegetação local e do clima e gerar uma situação irreversível e em grande escala. Também como forma de queimadas não controláveis tem-se as fuligens incandescentes de veículos e os balões. Estes, mesmo proibidos, são soltos, principalmente em junho, coincidindo com a época de maior ocorrência de focos de incêndio. Como causas naturais, podemos citar as temperaturas elevadas, a estiagem duradoura, a umidade do ar comprometida, descargas elétricas, a combustão espontânea de alguns tipos de vegetação e, até mesmo, o atrito entre rochas.

Prejuízos

Os prejuízos causados pelos incêndios são surpreendentemente grandes. Um deles é a perda da biodiversidade, prejudicando de forma intensa a não só a fauna e como também a flora. Outro é a alta quantidade de elementos tóxicos lançados na atmosfera, que inegavelmente afetam o organismo humano, levando a vários problemas respiratórios e até mesmo cardíacos.

No vídeo acima, veja o que as queimadas podem causar no ambiente, enquanto destrói a sua vegetação e beleza natural. As imagens mostram o antes e o depois de uma queimada em uma região de mata.

2 comentários em “Impacto de queimadas no Brasil

Queremos saber a sua opinião sobre o nosso conteúdo!